segunda-feira

Conversas de biblioteca XXVIII

Uma senhora telefona para a biblioteca e pergunta:

- Bom dia! Eu queria saber se hoje há comboios?

Após uma fracção de segundo o bibliotecário responde:
- Bom dia! A senhora está a telefonar para a biblioteca...

- Pois, eu sei, mas é que eu queria saber se hoje há comboios... Como tem havido greve talvez vocês ai soubessem se há comboios hoje! - responde a senhora prontamente.

- Aqui na biblioteca não temos forma de saber se hoje há comboios, mas tenho a informação de que devido à greve poderá haver alteração nos horários ou supressão de alguns comboios... Sugiro que tente ligar para uma das estações de comboio e procure saber qual a regularidade dos comboios. - Responde o bibliotecário tentando ajudar a senhora.

A senhora muito preocupada insiste:
- Eles lá não sabem dizer nada... Será que o senhor não foi trabalhar para ai hoje de comboio? Ou será que um dos seus colegas não foi? Ou talvez pudesse tentar saber se algumas das pessoas que estão na biblioteca utilizou o comboio hoje? Se calhar aí de uma janela consegue ver se os comboio estão a passar...

- Peço desculpa mas não tenho forma de confirmar se hoje há comboios! - reafirma o bibliotecário.

A senhora acaba por desistir:
- Ponto, assim sendo vou ter de ir para a estação e esperar que venha um comboio... Obrigado!

6 comentários:

Ricardo Sant'Ana disse...

Muito engraçado o artigo! Gostei muito do seu blog, parabéns.

José Ricardo
IFPE- Campus Recife
http://terramundomeu.blogspot.com/

Bruno Duarte Eiras disse...

Obrigado pela visita! :)

José António Calixto disse...

Mais uma bela história Bruno!
Acho que as tuas histórias mereciam tratamento e outros voos, isto é, um livro.
Um abraço

Bruno Duarte Eiras disse...

Obrigado pela sugestão e pela ideia Prof. Calixto! Lá para as conversas número 50 começo a fazer contactos...
Posso convidá-lo para escrever uma nota introdutória ou o prefácio? :)
Abraço

Sérgio Mangas disse...

"superação de alguns comboios" ou será "supressão de alguns comboios"?

Bruno Duarte Eiras disse...

Obrigado, Sérgio! :)