terça-feira

Conversas de Biblioteca II

Entrevista de referência numa biblioteca especializada:

- Boa tarde, estou à procura de livros sobre vinhos e vinha!
- Boa tarde, aqui quase todos os livros são sobre esses dois assuntos.
- Pois, mas eu queria livros que falassem sobre o vinho e a vinha!

- Mas procura livros sobre tipos de vinhos e cultura da vinha ou pretende informações sobre como fazer vinho.
- Não, o que eu queria mesmo era saber quais os vinhos para comprar e fazer uma garrafeira e quais aqueles que têm de ser bebidos logo.
- Nesse caso sugiro que consulte um dos nosso guias de vinhos!
- Ah... então quer dizer que aqui não têm nenhum vinho para prova?!
- Não, vinho para prova não temos... Isto é uma biblioteca especializada nesse assunto, mas não fazemos provas de vinho.
- Ah... está bem, então vamos ver se no guia consigo saber o que quero.

4 comentários:

Julio Anjos disse...

Não desfazendo o caricato da situação a verdade a que uma biblioteca especializada estar separada de um ponto de prova não parece dar muito jeito. Por outro lado quando imagino as pingas e borras medonhas nas páginas que as as duas coisas juntas podiam dar nos pobres dos livros...

Isto terá sido na Mealhada?

Bruno Duarte Eiras disse...

Olá, Júlio
Tantos foram os utilizadores que achavam que na biblioteca havia um ponto de prova, que a determinada altura achei que se fosse possível nem seria mau de todo! No entanto, por motivos institucionais e de ordem prática - afinal não era uma Enoteca - nunca chegou a ser implementado.
Esta situação passou-se mesmo em Lisboa; mas poderia ter sido na Mealhada com um Bairrada Tinto 87.
Obrigado pela visita!

Elisabete Soares disse...

Não queria mais nada... uma biblioteca com vinho! Havia de ser bonito! :-)

Bruno Duarte Eiras disse...

Olá, Elisabete
Podia ter o seu interesse! Não se está sempre a falar em serviços centrados no leitor?! :-)