terça-feira

Escolha um livro através da página 69

Lembro-me de nas Feiras do Livro ver exposto para venda nos stands das Edições Europa- América uma t-shirts que tinham escrita a seguinte frase: "tantos livros e tão pouco tempo!".

Para tentar solucionar esta situação Marshall McLuhan (1, 2) sugere a aplicação de uma teoria.

No caso de se termos muitos livros para ler e não se saber por qual começar ou se tivermos receio de estar a perder tempo com um livro que pode não valer a pena, McLuhan sugere que se leia a página 69 do livro. Se esta página nos cativar então esse é um bom livro para ler, caso contrário não vale a pena perder e será melhor passar ao próximo.

Esta teoria foi recentemente reforçada por John Sutherland que no seu último livro, "How to read a novel", afirma que esta é uma técnica que resulta quase sempre, sendo por isso uma excelente forma de seleccionar boas leituras.

Pessoalmente a página 69 do livro que estou actualmente a ler diz assim: "Guiamona chorava e o sacerdote prosseguia recitando as suas orações, semicerrou os olhos e perguntou-se qual seria o castigo que lhe devia impor. (...) Num momento em que o sacerdote se calou, vários rapazes agitaram os incensários em volta do ataúde. Guiamona tossiu, Grau resp.rou fundo. (...) Habida levantou o rosto em direcção ao céu e uivou. Arnau começou a tremer desenfreadamente e gritou, pedindo a Grau que parasse. Grau voltou a esticar o braço."
Ildefonso Falcones - A catedral do Mar. Lisboa: Bertrand, 2006.

2 comentários:

totoia disse...

Uso uma técnica que uma professora me ensinou. Leio as primeiras 30 páginas se até aí o livro não me agarrar ponho-o de parte.

Acho um bocadinho injusto com o escritor ler apenas uma página e decicir se o vamos ler ou não.

Bruno Duarte Eiras disse...

Claro que é injusto... mas confesso que é um exercício muito curioso! Na maioria dos casos ficamos com curiosidade de saber mais e continuamos a ler as páginas 70, 71, 72...
Além disso podemos sempre ter um livro que tem a página 69 em branco ou com uma imagem!