terça-feira

Conversas de biblioteca X

Uma mãe entra na biblioteca carregada de vários livros, CD's, DVD's e revistas... enquanto tenta não perder o filho de 5 anos de vista descarrega tudo em cima do balcão de empréstimo.
- Boa tarde! Isto é tudo para devolver sff!
A seguir corre apressada atrás do filho que já estava dentro do espaço infantil mais à vontade que muitos adultos numa biblioteca.
Cerca de 15 minutos depois, mãe e filho, regressam ao balcão de empréstimo com mais um monte de livros, CD's, DVD's e revistas.
- Este é o meu cartão e quero levar isto tudo para casa! - Diz o miúdo com orgulho enquanto abana o seu cartão de leitor.
O funcionário faz o empréstimo dos documentos e entrega um papel com as datas de devolução:
- 15 dias para os livros e 8 dias para os CD's e DVD's!
- Isso é que era bom! - responde a mãe prontamente - Daqui a 2 dias já cá estamos novamente! Este miúdo está sempre a querer vir à biblioteca; por ele passava cá o dia... Às vezes confesso que preferia que ele ficasse sossegado em frente à TV ou a jogar computador! Enfim, isto é mais um desabafo de final de dia.

8 comentários:

marianinha disse...

Pois eu acho que esse miudo é muito intelegente quando tinha a idade dele passava horas a ler os livros em segunda mão que a madrinha do meu irmão me comprava nas descadinhas do duque deves saber aquelas livrarias de livros em segunda mão que á no bairro alto,quando cheguei a preparatoria,chamavam-me a marrona porque não saia da biblioteca das escola,tenho para mim que o puto é mais intelegente do que a mãe.

Susana Carinhas disse...

Espectacular!! Adoro utilizadores destes!!
Quanto á mãezinha do puto... Realmente dá menos trabalho "colar" a criança á frente do televisor... Mas o puto lá sabe o que é bom para ele!!:D

E viva os utilizadores assíduos!!

Nuno Marçal disse...

são dias como estes que dão sentido ao nosso quotidiano!

Saudações Bibliotecárias

Nuno Marçal
Bibliotecário-Ambulante

Susana Carinhas disse...

Subscrevo totalmente o que o colega Nuno marçal diz!!

Anónimo disse...

Sou professora de Língua Portuguesa no Brasil e confesso minha emoção ao saber que o hábito de se frequentar uma biblioteca ainda persiste, mesmo que por poucos... principalmente pela nova geração. Como professora e apaixonada por livros, sei que a mídia não poderá ocupar por completo a vida de todos, há aqueles que tem "consciência", mesmo sem as racionalizar... assim como esse menino, tenho alunos que me surpreendem a cada dia... poucos, mas com tamanha intensidade e paixão...
Ass. Luciana

Cláudia Lopes disse...

Esta conversa é uma prova de que as crianças por vezes fornecem bons ensinamentos aos adultos, basta estarem atentos. Neste caso concreto, a mãe do míudo deveria seguir o exemplo do filho e dedicar-se também à leitura e informar-se sobre os benefícios da mesma. Que bom que existem míudos assim! Que pena que existam mães assim ; que não reforçam os hábitos de leitura.

Bruno Duarte Eiras disse...

Apesar de ter de concordar que existem alguns pais que preferem entregar as crianças à TV e ao PC, tenho de defender a mãe desta história... Acho que este foi mais um desabafo depois de um dia cansativo de trabalho na companhia de uma criança muito enérgica, do que propriamente um desejo.

Marianinha,
Também tenho muito boas recordações das livrarias das Escadinhas do Duque.
Obrigado pela visita.

Suse,
Sempre com uma resposta pronta. :-)Parafraseando o outro senhor "mães há muitas!".
Bjs,

Caro Nuno,
São realmente situações como esta que nos fazem sentir realizados! São momentos muito inspiradores tal como as tuas fotografias.
Abraço e obrigado pela visita.

Luciana,
Como se costuma dizer "são poucos mas bons". Vamos continuar a dar o nosso contributo em prol dos livros, da leitura e do conhecimento.
Obrigado pela visita.

Cláudia,
Cada vez estou mais convicto de que as crianças são uma excelente forma de sensibilizar os adultos. Tal como já tive oportunidade de dizer esta mãe teve apenas um desabafo (infeliz).
Obrigado pela visita.

Daniela Coutinho disse...

Com mães destas...! :S